Benefícios do Papelão

Produzir papel a partir de papel "velho" consome cerca de 50% menos energia do que fabricá-lo a partir de árvores; utiliza-se 50 vezes menos água, alem de reduzir a poluição do ar em 95%.

Cada tonelada de papel reciclado representa 3 metros cúbicos de espaço disponível nos aterros sanitários. (Aterro sanitário é um depósito de lixo fiscalizado e que segue certas normas técnicas para nivelar terrenos públicos).

O Brasil produz anualmente cerca de 4700 toneladas de papel e apenas 30% são recicladas.

Se o mundo reciclasse metade do papel que consome, 40 mil quilômetros quadrados de terras seriam liberados do cultivo de árvores para a indústria de papel.
Devido ao alto consumo de papel em todo o planeta, florestas estão sendo destruídas para em seu lugar serem plantados eucaliptos, utilizados na produção de papel. Porém, os eucaliptos absorvem muita água da terra, afetando o equilíbrio do solo. Isso pode causar erosão e danos ecológicos, pois incontáveis espécies de animais deixarão de existir com o fim das matas.
Além disso, as árvores absorvem grande parte do gás carbônico presente na atmosfera. Sem árvores, o gás carbônico permanecerá no ar, contribuindo para o efeito estufa.

Fonte: Laboratório de Saúde Ambiental - EERP/USP

Voltar